sábado, 24 de novembro de 2012

MONTALVÃO-CEDILLO: Mais um êxito da "Rota do Contrabando"




A INIJOVEM organizou no passado sábado, dia 20, a “XI Rota do Contrabando”, um percurso pedestre transfronteiriço em travessia, entre as localidades de Montalvão (Portugal) e Cedillo (Espanha), com passagem pelo rio Sever.
Dois países. Duas regiões. Dois rios que tanto separam quanto unem. A memória colectiva de tempos passados, tempos de fome e miséria, de sustos e tiros. Onde há raia há contrabando. E há histórias de contrabandistas. Histórias contadas pelas pessoas que, no escuro da noite, seguiam por caminhos traçados e imaginados em direcção à raia.
Foram mais de três centenas de caminheiros que se juntaram, bem cedo, em Montalvão junto ao castelo para ouvirem as explicações dos membros da organização sobre as dificuldades e os procedimentos a cumprir durante o passeio, dando-se início à caminhada pelas 9 horas.
Os caminheiros percorreram depois o trajecto em terras portuguesas até ao rio Sever e através de barcos atravessaram o rio.
Seguiu-se o percurso mais difícil, a subir, pelos íngremes caminhos da margem direita do Sever, entre uma paisagem luxuriante e admirável tendo o rio como pano de fundo.
O verde, o branco e o amarelo da vegetação em tempo primaveril, onde sobressaem as estevas e as giestas ajudavam a enfrentar as dificuldades desta parte do percurso e foi em verdadeiro clima de festa e convívio que os caminheiros chegaram a Cedillo onde tinham a aguardá-los o ribombar dos bombos do Grupo de Nisa, as concertinas e a música dos Domingos & Dias Santos que, mesmo sendo sábado não quiseram faltar a esta festa da cooperação transfronteiriça.
Após 15 quilómetros percorridos, as mais de três centenas de caminheiros e viajeiros, vindos um pouco de todo o país e de vários lugares de Espanha, chegavam ao destino e esperava-os o retemperador almoço.
De tarde, o convívio continuou. Houve festa, baile popular, as habituais fotos da ordem e um olhar, muitos olhares para trás, revivendo os momentos mais emocionantes da Rota do Contrabando.
Uma “Rota do Contrabando” que teve direito, justamente, a reportagem televisiva, a explicações de ex-contrabandista e até a uma encenação histórica levada a efeito pelos alunos do Curso de Animação Sócio-Cultural da Etaproni e que em separado damos conta.
Em suma, mais um êxito de uma iniciativa que tem pés e caminheiros para andar.

Mário Mendes in "O Distrito de Portalegre" - 25/3/2010